Sobre homens e mulheres:um ensaio de experiências. Quando a ilusão embassa a razão…e a “doença” bate a tua porta…

Quando somos arrebatados pela ilusão de um dos maiores e mais harmoniosos sentimentos da Terra, o amor, nos sentimos avassalados por uma incólume força de antagonismos.

Querer o outro em desejo e amor, em parceria e exclusão, tudo junto e separado, tudo ao mesmo tempo.

Ingrata força da vida que nos joga dentro da fogueira da paixão e nos queima até a dor passar…

A vida é sempre este eterno bailado de mudanças.

krishina e Vishinu,dançando a dança do amor e do desamor,da paixão e da desilusão,e nós rélis mortais perdidos dentro desta dialética.

Quando acreditamos ter alguém ao nosso lado que nos lê como somos… nada excluir…ser mulher,bruxa,interestelar,mãe,tia,avó,gorda,magra,evangélica,espirita, simplesmente ser,parecia um sonho…

E a força do outro, intensidade energética, física e de palavras, invadem teu espaço geofísico e criam um tornado de emoções assustadoras.

E você se pergunta:…meus Deuses, o que é isto?Quem é esta pessoa?

A dificuldade de falar e ouvir, se confunde com a tua dificuldade de filtrar as palavras do outro, e a intolerância, com a imperfeição do ser que te lê inteira e te aceita aparentemente como és, dá lugar a uma nova relação em que o ser ,subliminarmente,ou até diretamente, define como deves e para onde deves seguir.

E a ilusão se desfaz em tua frente e te vês com um manipulador, ou um abusador, ou um agressivo autoritário, ou um perfeccionista.

Que ilusão, este ser parecia perfeito, teria uma freqüência modulada e estaria suave e forte ao meu lado…

Meu coração anseia, e meu corpo e minha mente, iniciam a dialética do amor e do ódio. Meu corpo e minha mente tem medo!

Conseguiria eu, ter tolerância aos rasgos de intensidade deste amor?e teria ele condições de suavizar por mim?

E o que fazer agora?

Só um amor de verdade faz ajustes…

Só um amor profundo se reconhece em essência e busca uma nova forma para ser feliz!

Esta coisa que procuramos, que é, verdadeira, intensa, arrebatadora, que nos faz suspirar ,é aquela capaz de se ajustar!

Ajustar-se passa a ser algo como uma demonstração de amor, uma forma de reconhecer a beleza que se é juntos e sem competição, sem critica e julgamento, sem a “doença”, no controle, andarmos lado a lado, como dois sóis que iluminam o mesmo planeta, cumprindo a mesma função!

Uma boa psicoterapia, uma boa medicação, um ato de amor…

 

Ceura Nolasco

Psic.Espec.Desenv.Humano

 

Anúncios

Sobre Homens e Mulheres : um ensaio de experiências.

Quando a ilusão pegou você,  e você …acreditou!

 

Quem não passou por um tempo de estar triste ,aborrecida,achando que tudo estava perdido ,e seu maior desejo era esquecer ,tudo ,passar a borracha por cima e retomar de onde parou?

A maioria  vive inconscientemente,a ILUSAO, grande companheira feminina,é quem nos faz criar o mais recheado livro de desculpas para justificar um torpedo não respondido ,ou uma ligação seca! Um “não quero compromisso” ,ou até um” não posso separar agora”!

Ela aparece quando pensamos:  “este  cara sou eu”,o príncipe encantado, o cara que vai me ler inteirinha,aquele que vai ser sensível a minhas necessidades,que vai me mandar flores na TPM,e que vai me chamar de meu amor ,mesmo quando a cabeleireira exagerou no reflexo.

A ilusão de ter um homem não pratico,que não  diga: -Bah! Que choradeira!!!!!!!!!!!!!

O mundo feminino é estimulado ,para a ilusão,desde sempre.Disney,princesas,principes e ,homens valentes.E um mundo todo holografado dentro de uma verdade falsa ,sem a menor chance de acontecer na realidade tridimencional.

E um dia você acorda e diz: porque não me contaram a verdade?

Bem vinda, você mulher,que acreditou em tudo que te falaram,que ele mudaria com o amor,  e que depois de um bom sexo ele te escolheria para namorada!

Bem vinda, você mulher ,que acha ,que ainda é possível recuperar homens em uma sociedade maculina  falida,onde a força ,não será mais medida pelo sucesso profissional e sim pela força do penis que ainda ereto ,compete com os amigos pela idade mais tenra da companheira sexual.

Bem vinda mulher que acordou para a realidade e viu um mundo ,exatamente como ele é.Nada doente ,mas bem diferente do que você imaginava que era.

Agora é hora de crescer,não importa a sua idade ,e de ir a luta por você mesma.

Esqueça aquele monte de palavras lindas,aquelas frases de efeito,e todos os cosméticos que te convenceram a usar.

Rasga a roupa ,te escabela ,dá uma gargalhada gostosa e busca dentro de ti a “força das arvores” para renascer.Que mesmo com seus caules cortados ,brotam ,insistindo em viver!

Solta teus cabelos ao vento ,enraiza teus pés ao chão,olha em frente, de nariz reto e te curva apenas as curvas do tempo para não tombar e cair,aceita com elegância a verdade.

Sorri  de simpatia ,e de compaixao, segue teu caminho !

Tua vida é bem mais que um par de pernas com um falo no meio.Ri desta piada,olha a tua volta,vê e valoriza tudo que construístes e vai.

A gargalhada das ânsias ,traz a força feminina de nossa paixão ! não pelos homens ,mas pela vida!é a risada que brota dos nosso umbigos ,de dentro de nosso úteros, refletindo a força da criação !

 

Ceura Nolasco

Psic.Especial.Desenv.Humano

Diretora Circolo Vithale

ceuranolasco.wordpress.com

facebook.com/ceuranolasco

facebook.com/circolovithale

http://www.circolovithale.com.br

55 51 32331643/ 55 51 92267697

 

 

O EQUILIBRIO DO MASCULINO E FEMININO COMO FATOR BASE DE SAÚDE PARA AS MULHERES

Vivemos em um Planeta onde o feminino foi colocado em uma condição de desvantagem, e em Países mais radicais as mulheres ainda levam acido no rosto e se alimentam por ultimo diante do marido e dos filhos homens,sendo estrupadas em ônibus,apenas porque são “mulheres”. Esta morfologia genética celular feminina coletiva traz um peso muito forte de dependência e submissão ao masculino.

No mundo do lado de cá, todas as mulheres dizem que tudo é diferente, mas é uma grande ilusão.

Não somos as ultimas a nos alimentarmos ,mas se não estivermos sendo admiradas ou amadas por um homem desmaiamos de nanição, mesmo diante da comida.

Ainda hoje ,o inconsciente coletivo empurra as mulheres a uma satisfação social e emocional que só se realiza quando estamos emparceiradas. Mesmo quando no Planeta o senso cientifico oficial afirma de são 05 a 06 mulheres para cada homem.

Encontramos no mundo feminino hoje um grande conflito interno e externo.Onde está a minha parte masculina?

A busca pelo amor e equilíbrio se dá de forma desordenada e traz dor de amor,elevando o numero de câncer de mamas e pulmões nas mulheres brasileiras.

O câncer de mama associado as frustrações amorosas,sistema cardíaco, amor.E os pulmões relacionados a alegria de viver ,a vida,ao respirar a vida,a conecção com a criança interior feliz.

Quando eu busco algo que eu não encontro isto me frustra e me faz infeliz ,crio uma falsa idéia de incompetência e compenso no lado profissional. Porque existem mulheres trabalhando mais do que deveriam?

Porque existem mais mulheres frustradas emocionalmente.

Encontrar o equilíbrio exige olhar-se e descobrir-se em si mesma.Todas nós somos parte masculina e parte feminina.Nossa alma possui este equilíbrio , nossa psique também, apenas afastou-se dele e esta perdida ,procurando este encontro na competição ,na solidão ,ou na submissão.

Se não reconheço minha porção masculina e não vejo como ela funciona ,ela age silenciosa e ao invés de me ajudar se torna meu algos.Minha porção masculina, me traz a ação necessária para a vida , a força e a coragem suficientes para meus enfrentamentos.Minha porção masculina exige,classifica,rotula,limita,e define.Controla,julga e compete.Restringe,enrijece.

Em contra partida ,minha porção feminina sofre ,adoece.Reclama ,e nada acontece.Sente mas não expressa,seja amor ou seja raiva, engole e não se expande.Ela acolhe,aconchega,ama,aceita, entende,e compreende.Ela se doa,mas não ecoa.Faz, mas não alarda.

Enquanto estas duas instancias de nós mesmas não estiverem em harmonia ,esqueça a alegria. Enquanto eu não tomo consciência de minha porção masculina ,e a torno una a  feminina, passarei a vida procurando o encontro com o masculino externo e não vou encontrar!

Observe-se ! Voce se olha no espelho e sua porção feminina lhe diz que está na hora de mudar o cabelo e sua porção masculina ,diz para você não ir porque precisa economizar?

Aquele vizinho interessante ,sorri para voce, e enquanto sua parte feminina se enche de luz sua parte masculina lhe lembra que os homens são todos iguais e não está valendo a abertura.

Não de ouvidos a este masculino rígido interno .Use esta força pessoal masculina para ir a luta,ver aquele filme no cinema sozinha ,marcar aquele pacote de viagem “alone” ,se abrindo para conhecer pessoas novas.Para terminar aquele projeto engavetado e entregá-lo, parar de reclamar do amassado na porta do carro e mandar arrumar.

Ao invés de choramingar pelos cantos com sua porção feminina carente e submissa, leve-a  para tomar sol,reorganizar o guarda roupas ,fazer um troca- troca com as amigas,e seduzir! A elas e a você mesma.

Tecnicamente,  podemos falar que nossa psique possui anima e o animus,nossas meias partes masculino e feminino,animus e anima em equilíbrio trazem a manutenção e sustentação da saúde em nossos corpos físico e em nossa psique.Ambas instancias de nós mesmas existem para em consonância nos levarem ao alcance de nossas metas,se uma delas sai do trilho,vários vagões penderão para um lado só e sua vida se torna estranha,porque algumas situações aconteceram com êxitos,mas outras não!A doença surge.

Internamente voce é masculino e feminino,  e deve travar um romance interno fervoroso,encontrando a satisfação e a cura de suas caras metades!

  Ceura Nolasco

Ceura Nolasco

Psic.Especial.Desenv.Humano

Diretora Circolo Vithale

ceuranolasco.wordpress.com

facebook.com/ceuranolasco

facebook.com/circolovithale

http://www.circolovithale.com.br

55 51 32331643/ 55 51 92267697

Sobre homens e mulheres um ensaio de experiências: quando a gente olha para o lado e não encontra o parceiro…ai olha para trás e percebe que ele ficou lá…

O fato deste mundo moderno nos encher de opções de vida e desenvolvimento, traz à tona uma considerável inquietude humana, a de “crescer”, seja como ser humano, profissional, espiritual, ou até fisicamente, tudo vale quando se fala em andar para frente!
O que muitas vezes não acontece ao mesmo tempo com aquele ser que você escolheu para ser o seu parceiro ou parceira. E ai?
Aceitar as diferenças e tocar em frente?
Ou carregar o peso da carga da falta de parceria, quando o assunto falta, ou quando você precisa que este parceiro lhe entenda ou até mesmo lhe acompanhe em algum evento, sem sentir sono?
Cada vez mais, se torna comum este processo entre os casais.
É como se estivéssemos passando por uma transição profunda entre os papéis dos casais … Quem faz o MBA ? E quem fica em casa com as crianças?
Antes era certo que você responderia, primeiro eles depois nos, mas isto hoje não é mais verdade.
Todos fazem, as crianças curtem e os avós sustentam o campo, porque andar e a lei neste mundo competitivo.
Mas e quando ele não quer andar?
Quando ele vê o Faustão enquanto eu estudo e leio textos interessantes no meu IPad?
Ou quando ele disse para eu terminar os estudos que ele iria depois e até hoje não foi?
Ou quando ele encontra com você depois que o tempo passou e na vida dele nada mudou? Não se formou, evoluiu ou progrediu?
Parece que nestes tempos de transição, vemos muito a possibilidade de parcerias díspares, onde o fluxo evolutivo de um não acompanha o fluxo evolutivo de outro.
Como manter o encantamento assim?
Como admirar, ou o que buscar para sustentar um campo de alinhamento, quando só o amor sustenta a emoção da relação?
Bem, estamos como disse em um processo de transição social, e este é o tempo mais difícil para um alinhamento.
Por que?
Aceitação, movimentação, paciência, resignação, compreensão e admiração são valores necessários para podermos apostar no futuro e manutenção da relação!
Quando as diferenças são grandes, muitas vezes é melhor e melhor nem começar!
O mais importante é olhar para as possibilidades e modelos adquiridos a nível familiar do acomodado em questão.
Não adianta você desejar que alguém que nasceu para ” pangare” ganhe o grande prêmio Bento Gonçalves… ditado antigo é perfeito de meu avô!
Este é um prêmio do Jóquei  Club do Rio grande do Sul, um dos mais importantes. Se o cavalo não é um puro sangue, e não nasceu e foi treinado para correr, ele não ganha!
É assim é a vida, as famílias têm valores diferentes, e também modelos diferentes.
Andar, crescer, evoluir não é uma necessidade de todos!
Muitos têm limites pessoais impostos por crenças negativas e se superar não é fácil.
Muitos se escondem atrás de chavões “para que canudo?”
Não nasci para me incomodar… nem pensar já fiz o que tinha de fazer… e por aí vai!
A evolução é um direito, mas não um dever de cada ser humano na Terra.Muitos iluminados, entendem e sentem que além de um direito e um dever e buscam ajuda para superar traumas e medos para seguirem em frente…. outros se escondem atrás das desculpas sociais ponderáveis a tapar com panos quentes suas dificuldades pessoais e seus medos de enfrentamento.
O delicado disto tudo ,e qdo você está dentro em uma relação e o Universo lhe pede uma posição!
Ai, sinto em lhe dizer: você escolheu, agora use todo seu amor para seguir em frente, entendendo que , modelos de vida evolutiva foram passados e que o importante é se estar feliz dentro de suas escolhas.
Logo, ao escolher esteja atenta, avalie o aqui e agora, sinta o presente, mas não esqueça de perceber a verdade e não a ilusão do que você gostaria que fosse.
Aquele velho chavão da vovó, depois que casar eu mudo ele, não existe!
Ninguém evolui se não contiver dentro de si a inquietação do futuro!
Observe bem, sinta as ações e opiniões, não iluda-se dentro de planos mirabolantes escritos para lhe agradar aos ouvidos e sim de cada atitude ao longo dos dias de convívio inicial…
E lembre se que uma grande dose de abnegação é necessária para viver a música do poeta: Edurado e Mônica, e que mesmo assim, ele andou e se formou… logo uma pitada de evolução e inquietação para o futuro é necessária para que o peso da mala seja amenizado pelas rodinhas que irão facilitar o movimento para lhe acompanhar!
E aos homens que me leem, agora, serve a inversão para vcs!
Não vejo um casal, em que as mulheres deixaram de trabalhar, ou porque foram demitidas, ou porque tem a crença, de serem afrodites, de serem cuidadas e sustentadas, sem crises!
Evoluir e se movimentar!

Sobre homens e mulheres : um ensaio de experiências.O amor tem tempo de tempo ser? …eu fui apaixonada por ele,hoje olho e me pergunto: como?

A magia do desencantamento e tão forte quanto a do encantamento.

Quando você vê apenas o que deseja do ente amado,não percebendo o que todos a sua volta percebem,idealizando a figura amada,ou acreditando que tudo vai mudar por amor.

Você está no melhor tempo de sustentação necessária para o tempo do desencanto que vem depois dos regulamentares seis meses de interação!

Os primeiros três meses são puro amor,e ilusão,os próximos,visão e constatação ,e os demais três,opção!

Aí nasce a relação!

Qualquer relacionamento que tenha de alguma forma pulado etapas ,pode sofrer a síndrome da dúvida existencial quando você se pergunta: o que eu estou fazendo aqui!

Quantos casais engravidam antes do tempo e “heroicamente” assumem a vida conjugal como responsáveis pelo ato a nova vida?

Quantas mulheres ilusionadas por seu desejo de ter um homem para chamar de seu ,ou simplesmente emparceirar,aceitam as cuecas na gaveta, antes do tempo?

Quantas casais por contingências da vida ,simplesmente emparceiram por necessidade, e precisam adaptar?

As etapas antes citadas não são rígidas ,mas são reais e acontecem com todos os mortais.

A vida nos mostra como uma pesquisa cientifica ,que somos reincidentes na ilusão da paixão,e do ego na busca de satisfação de desejos.

Na necessidade desenfreada,no pós separação de colocar ,rapidamente alguém no podium da substituição.

Transferindo os ransos de uma relação para a outra sem se dar conta da pauta em questão!

Colocar limites, claros ,na relação , é uma exceção.

Viver cada fase sem expectativa, deixando a vida nos levar ,avaliando o próprio bem estar ,é um desafio, diante de uma mente que mente o tempo todo!

Respeitar o tempo de maturação do amor ,para que ele em si se fortaleça e cresça ,é uma prioridade essencial nos tempos de hoje,não imprimindo a rapidez tecnológica ao coração,e sim usar esta força ,para acelerar o fluxo da avaliação de sua disposição para aceitar o outro ,ou não ,dentro de suas verdades e opções diante da vida!

Ceura Nolasco

Psic.Espec.Desenv.Humano

Sobre homens e mulheres um ensaio de experiências: a dialética do amor! Quando o que você mais deseja se torna o seu inferno…

Eu desejava que a sogra morresse ….ela morreu e ele deprimiu para sempre,perdi o parceiro ,ela teve nosso filho e nunca mais teve olhos para mim,perdi a mulher,ele separou e casou comigo,nossa que horror : virei a esposa!

Quem já não se viu muito próxima destas situações e de tantas outras que nós fazem pensar sobre a dialética do  desejo.

Quero tanto algo e o que me liga a ele é o desejo de querê-lo ,quando o tenho perco totalmente o encantamento de te- lo!

Por que isto acontece?

O desejo e algo egoico, não vem da essência do ser,do coração!

O desejo é algo anímico que se reveste de uma fantasia ilusória onde sua realização não é avaliada,  e sim a disputa em te-lo alcançado.

Como não avaliamos a possibilidade de sua realidade ,por estarmos ligados na ânsia do desejo,simplesmente quando ele acontece nem sempre contempla a plena felicidade que nem sequer imaginamos.

Quero a maldita sogra de volta!

Vem um grito sufocado de alguém não entendida pelos amigos por não saber administrar tamanha felicidade….na verdade trocada por uma mudança radical no ser amado,que passa a ser diferente do que era e te desencanta.

O desejo é traidor!

Ele te arrasta para um plano de disputa ,te nutri ,com a gana da luta, e te arrasa com a realidade da conquista.

A vida nada mais e do que uma constante busca de desejos que nem nós damos conta!

Desejamos o celular da onda,o carro da onda, a mulher da onda,o homem da onda e ,nem sequer nós perguntamos o que vamos fazer com eles!

Apenas desejamos…

Existe na vida algo puro?que não nos coloque tão distante do criador?

Sim a vontade!

O desejo vem do ego ,quero um filho porque todos meus colegas estão grávidos,preciso também estar grávido!

A vontade vem do coração !

Eu sinto ,e algo que vem lentamente de um ponto distante de mim…vem de um ponto essencial e me faz sentir e refletir e lentamente me prepara para estar aberto ao fluxo desta energia que pode ou não chegar.

Não há angústia na vontade,diferente da angústia do desejo que baixa tua autoestima ao ver teu chefe com a camionete que tu ainda, vai ter uma igual.

A vontade autentica traz a possibilidade real desta materialização porque ,o Universo,abençoa sua força e persistência.Enquanto no desejo você se frustra e atrai toda sorte de altos e baixos existenciais.

No amor somos seres impertinentes , levados por ilusões imanentes que nem de perto são recorrentes de sua verdade latente!

Ceura Nolasco

Psic.Espec.Desenv.Humano

SOBRE HOMENS E MULHERES: UM ENSAIO DE EXPERIÊNCIAS. Porque nós mulheres carregamos uma bolsa enorme e pesada, enquanto os homens carregam apenas uma carteira no bolso da calça?

Nós mulheres somos realmente, diferentes dos homens. Pense no peso de sua bolsa!
Você quer uma tesourinha de ponta pequena? Tem! Você quer linha e agulha? Tem,olha só que lindinho este conjunto de primeiros socorros de costura que ganhei de uma amiga no meu aniversário! Você quer lixa de unha,esmalte, brincos reserva, pendrive,óculos de leitura e de sol,absorvente reserva,camisinha (nunca se sabe, não e mesmo amiga?) maquiagem, escova e pente, isqueiro, cartões, carteira de dinheiro, porta cartões, porta celular com o celular, carregador do celular, caneta, lapiseira, alguns chocolates, ou balinhas para o momento carência de doce! Bem,…e tudo o mais que você coloca e nós sabemos, que na maioria dos dias nós não utilizamos,e todos estes saem para passear,trabalhar e retornam para casa !

Agora vamos olhar para os homens,uma carteira de dinheiro e um celular! Você já viu um homem carregando o carregador do celular todo dia? Ou usando as antigas leva tudo?saíram de moda ,por falta de uso! Os homens se organizam em seus carros ou, escritórios, espaço de trabalho,e saem tranquilos, sem a necessidade de carregar o “mundo com eles”.

Por que?

Nós mulheres precisamos estar prevenidas para o que der e vier… preparadas para a surpresa, o imprevisto, e nós sentirmos armadas para a luta! Nós possuímos uma estranha necessidade de “ter de dar conta”!  De ter de ser, incrível, ou a melhor, amiga, mãe ,ou companheira, provendo as necessidades de todos a nossa volta. Como se isto, configura se nosso pleno valor. Se eu estou prevenida, então tenho valor!
E como se nossa insegurança primordial, se revela- se de nosso inconsciente desta forma.
Somos regidas pela progesterona, o hormônio, que acolhe, e somos as maiores produtoras de ocitosina, o hormônio da interação cooperativa, então criamos uma crença negativa, de que devemos estar prevenidas, e a qualquer tempo, provermos os que estão ao nosso lado .

Os homens, pura testosterona, racionais, práticos, e sem qualquer necessidade de serem provedores das incertezas do dia a dia, saem tranquilos com uma única carteira de dinheiro, com cartões e um celular. Diferença tácita, e incrível, pois eles vivem exatamente como nós! Com uma diferença e tanto:quando assaltados! Não perdem tudo! Não se atrapalham carregando tantas bolsas,sacolas e mochilas como nós. A forma como eles se colocam,diante da vida,nesta questão e uma lição de deveríamos valorar e aprender, pois eu pergunto: quantas vezes em seu dia você usa tudo o que você tem carregado? Quantas vezes aquela bolsa extra com livros e material de trabalho, vai e volta para casa,sem ser tocada durante a sua semana? 

Está chegando um tempo em que precisamos otimizar nossas vidas, confiando em nós e em nossa força pessoal, de que caso venha o imprevisto, com bom humor, acharemos uma forma criativa de solucionar o mesmo, sem cair na insegurança de achar que não sou assim tão especial, por não ter “adivinhado” que iria precisar deste ou daquele objeto.

E um tempo de equalizar e encontrar o caminho do meio! Você que carrega tantas bolsas, ou seu material de trabalho, talvez tenha que administrar melhor seu tempo, ao invés de carregar peso! Você que carrega o mundo na bolsa, talvez seja o tempo de soltar-se no mundo e viver dentro de uma perspectiva de entrega e confiança! Podem ter a certeza de que daremos conta! 

Ceura Nolasco
Psic..Espec.Desenvolvimento Humano